29 julho 2015

Resenha Para onde vai o amor?


Fabrício Carpinejar escreveu mais uma obra de extrema delicadeza e de qualidade ímpar. O livro, Para onde vai o amor?, publicado pela Bertrand Brasil, reúne textos tocantes, cheios de sentimento e que fazem o coração pulsar mais rápido.

Em doces palavras, Carpinejar mostra que o recomeçar depende somente da própria pessoa. Afinal, somos nós quem impedimos o coração de falar mais alto, certo? Fica mais difícil acreditar no amor depois de uma decepção. Fica quase impossível dizer “eu te amo” sem pensar na dor que essa frase já te causou.

No entanto, chega um momento da vida que a pessoa percebe que guardar raiva, mágoa ou rancor não é suficiente. Que isso não ocupa mais o vazio que está na alma. Que a razão muitas vezes não fala o que precisamos e o coração insiste, novamente, em falar mais alto.

"Enquanto na paixão a união ocorre pelas qualidades, no amor os defeitos é que se casam." pág. 133.


Ele mostra que, apesar da louca insistência de querermos desistir do amor, nós não iremos fazer isso. Que o ser humano não desistirá facilmente desse sentimento. Por mais decepções que tenha, a gente sempre vai sentir falta de ter alguém do nosso lado. E chega uma hora que essa vontade fica maior, ai é que o coração começa a querer falar mais alto do que a razão.

Segundo Carpinejar, quando você diz que acabou uma relação, é que está procurando um outro jeito de recomeçar. Não devemos ter vergonha das constantes reconciliações ou de lutar por quem amamos, mesmo que para isso temos que enfrentar o mundo. Há uma frase neste livro que traduz muito bem isso. “Aquilo que é nosso maior erro costuma ser o grande amor da nossa vida.”

Por mais decepções que tenhamos, por mais brigas que um casal tenha, insistir no amor é sempre a melhor saída. Isso, claro, que existe esse sentimento de ambas as partes!

"A fé cria seu próprio tempo. O tempo de amar é agora." pág.151

Sobre o autor:

Fabrício Carpinejar, 42 anos, natural de Caxias do Sul (RS) e radicado em Porto Alegre (RS), vem criando uma prosa absolutamente sincera e passional. É poeta, jornalista e professor, autor de trinta obras na literatura, entre livros de poesia, crônicas, reportagem e infantojuvenis.
Atua como apresentador da TV Gazeta, onde conduz o talk-show “A Máquina” e TVCOM, comentarista do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, da Rede Globo, e da Rádio Gaúcha, colunista do jornal Zero Hora, O Globo e da revista IstoÉ Gente. 

Adicione no Skoob:

Onde comprar?

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo