09 agosto 2011

Resenha de O Arquiteto do Esquecimento

Olá Pessoal!!!

Hoje trago para vocês mais um livro do Book Tour do Selo Brasileiro. O livro da vez é O Arquiteto do Esquecimento de, Marcos Bulzara.

O livro conta a história de Doran, um menino que mora em uma vila no interior da Polônia. O começo da história nos mostra como era a infância do menino juntamente com sua família e, o carinho especial que ele tem por sua irmã Constantine, carinhosamente apelidada de Gorda. 

A história fala sobre a época da Alemanha nazista e de como os judeus sofreram, assunto que me atrai bastante. Sendo assim, a Alemanha se prepara para invadir a Polônia e acabar com todos os judeus. A vila que Doran morava não passou ilesa pelos alemães e os pais e o irmão de Doran foram mortos de forma trágica. O garoto foi enviado a um campo de concentração, onde vegetava ao invés de viver e, presenciava cenas de total crueldade com quem estava no local. No entanto, o que mais atormentava Doran era não saber se sua amada irmã Constantine estava viva ou morta. A última vez que a viu, a deixou em cima de uma árvore com vida, para que ninguém a encontrasse.

Com o tempo, Doran consegue sair vivo da mais sangrenta guerra que o mundo já presenciou e acaba se tornando um cientista, dos mais renomados, e um dos responsáveis pela criação do D45 - Amnol, a droga do esquecimento. Ele se casa com Isabel, que chega a falecer no dia do nascimento de sua filha, que recebe o nome de Constantine em homenagem e sua irmã. Porém, mesmo depois de anos e anos sem notícia, Doran, ainda sente um incômodo profundo dentro de si e tem necessidade em saber o que aconteceu com a irmã.

O livro é algo inexplicável! Um livro que toca profundamente a todos e com uma história mais que envolvente! Chega a perder a noção do tempo ao ler O Arquiteto do Esquecimento. Ai você acaba se perguntando: qual parte da sua vida você quer esquecer? Difícil resposta... Recomendadíssimo!!!

Para saber mais como comprar o livro e sobre o autor acessem:

Adicionem o livro no Skoob:

7 comentários

  1. depois de visitar o Campo de Concentração em Dachau, lá na Alemanha, foi como se eu pegasse todas essas histórias da segunda guerra e finalmente começasse a entender. mas tb me tirou um pouco a coragem, pq depois de pisar lá, se tornou tb mais indigesto. tenho vontade de ler o livro, mas confesso que falta estômago pronto pra eventual choradeira que sempre vem quando esse é o tema. um dia ainda leio :)

    ResponderExcluir
  2. Livro demaissss!!! Ia me prender a atenção o dia todo... rsrs
    A droga do esquecimento me lembra os livros dos Karas, do Pedro Bandeira.. rsrsrsrs
    Tanta coisa aconteceu nesses campos de concentração! Só de imaginar já arrepio...
    Ótima resenha!!

    Beijos!
    Marcielle

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha Paola! Já li O Arquiteto do Esquecimento e amei! Chorei litros com esse livro! Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Pala!
    Eu já li este livro e me emocionei bastante com a história de vida dos personagens. Só fiquei bem triste com o desfecho final, acabei me decepcionando um pouco sabe? Bom, mas trata-se mesmo de um livro excelente e que vale a pena ser lido!
    Adorei a resenha!
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Paola amei sua resenha, está muito boa.
    Já tinha lido sobre este livro em alguns lugares e me interessei, parece ser realmente bom. Vamos ver se quando minha lista de leituras diminuir, eu consiga lê-lo..

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Paola! Eu não tinha lido resenhas desse livro ainda e a sua me conquistou! O melhor é saber que o autor é brasileiro, isso já me ganhou em 50% do livro,rsrs! Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Com esse estilo de livro me sinto um pouco mazoquista kkkkk
    Sabe o que é ..sou fascinada por esse periodo da historia e adoooro ler sobre essa fase tão importante na historia da humanidade, mas tambem fico tão mal emocionalmente falando que as emoções ficam se refletindo durante variooos dias.
    QUero ler com toda certeza.
    Amei a capa, a historia e claro estou louca para conhecer este novo talento da nossa literatura.

    ResponderExcluir

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo