24 agosto 2015

Resenha de Eu Estive Aqui

Falar sobre algo complexo é bastante difícil. Faltam palavras. No entanto, Gayle conseguiu abordar o tema suicídio muito bem. Ela conseguiu envolver a drama e não deixar a história morta.

Cody e Meg são muito amigas. Daquelas amigas que fazem tudo junto. Inseparáveis.  Mas a amizade das duas se abala quando Meg vai para a faculdade. E Meg tirar a própria vida... 

Cody fica ressentida com a distância da amiga. Porém, isso muda quando recebe um e-mail de Meg falando do suicídio. Ela não aceita e não compreende o que está acontecendo, até tudo se confirmar. E começa a se culpar por tudo que aconteceu com Meg.

Questionamentos como "O que teria levado Meg a fazer isso?", "Por que ela havia se afastado da amiga?", "Era sua culpa?", invadem a cabeça de Cody.

Ela sente-se mal, mas a pedido dos pais de Meg, Cody vai recolher os pertences da amiga e percebe que havia um outro lado dela que não conhecia. Ao ser presenteada com o computador de Meg, Cody começa a achar pistas sobre o que poderia ter levado a amiga ao suicídio. Com a ajuda do ex-namorado de Meg, ela começa a encaixar as peças e descobrir coisas que não imaginava.

As personagens dessa história são bem fortes. Foram bem construídas. Cody a mais resistente e Meg a mais manipulável. Distintas, mas que se completavam. Deram vida ao enredo e me envolveram nas páginas desse livro. Com emoção e drama, Gayle conseguiu construir um cenário bom e uma história linda.

Adicione no Skoob:

Onde comprar?

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo