11 maio 2015

Resenha de O Voo da Libélula

Em 1980 acontece uma queda de avião, na fronteira entre a França e a Suíça. E uma sobrevivente, um bebê de três meses. Porém um problema: existiam duas crianças com a mesma idade e características parecidas. Duas meninas, Lyse-Rose e Émille. Duas famílias, uma pobre e outra rica, brigam pela criança. Mas, qual é a verdadeira família? Como saber se naquela época não existia o exame de DNA?

Uma das famílias contratou um detetive para desvendar esse caso. Crédule Gran-Duc se manteve mergulhado nessa história por 18 anos, sem conseguir desvendar esse mistério. Sendo assim, ele resolve tirar sua vida, mas antes escreve um diário contando todo caso e entrega para Lylie, a possível Lyse-Rose ou Émille. Mas prestes a apertar o gatilho da arma, o detetive vê diante dos seus olhos a solução de todos aqueles anos.

O autor começa a trama de forma bem sensível, mostrando o lado apelativo da história. Duas famílias que perderam a filha, mas somente uma criança sobreviveu e para desespero dos pais. Uma situação agoniante e desesperadora, pois conviver com a incerteza é algo horrível. 

Um suspense que faz as páginas do livro virarem peças de um quebra-cabeças, sendo impossível largar a história. Um enredo que mostra o presente (no caso 1998) e é contando em 3ª pessoa. O diário do detetive é a maior parte do livro, e está escrito em 1º pessoa. O autor nos apresente Marc, irmão de Lylie, que tem acesso a esse diário e descobre coisas que nem imaginava.

Os personagens do livro são bem construídos, sendo bastante simpáticos. O enredo mostra que não estamos por dentro de tudo, pois quando você acha que já descobriu tudo, vem Michel e dá uma reviravolta na história.

Gostei do livro. Do desfecho da história. Mas, principalmente, de como me senti durante a leitura. Um livro bom, em minha opinião, deve te remeter várias emoções e O Voo da Libélula cumpriu isso perfeitamente! Com certeza, recomendadíssimo!

"Algum dia um juiz teve esse poder, de matar uma criança para outra poder viver? De ser ao mesmo tempo salvador e carrasco?"

O livro é da Editora Arqueiro e escrito pelo autor Michel Bussi.

Adicione o livro no Skoob:

Onde comprar?

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo