10 setembro 2013

Lançamentos Setembro - Arqueiro e Sextante

Olá Pessoal!

Vamos aos lançamentos de setembro da Arqueiro e Sextante?

Livrai-nos do Mal, de David Baldacci, pela Arqueiro.

"A vida de Shaw se resumir a seu trabalho como agente secreto, até que ele se apaixonou por Anna. Porém, seus planos de casamento são arruinados quando ela morre em um atentado. Ainda de luto, ele aceita uma missão para driblar a dor da perda. Aparentemente, o novo inimigo de Shaw é apenas um magnata bem-sucedido. Mas, por trás de seu império, Evan Waller esconde uma operação de tráfico de mulheres. Buscando aumentar sua fortuna, ele começa a investir em um negócio que pode matar milhões de pessoas. Para impedi-lo de disseminar o terror, Shaw é mandado à região da Provence, onde o empresário passará as férias. É ali que seu caminho se cruza com o de Reggie Campion, uma jovem sedutora que está a serviço de um grupo de justiceiros. Treinada para matar, ela quer livrar o mundo de mais um genocida. Seu alvo é Fedir Kuchin, um ucraniano que fugiu para o Canadá e começou uma nova vida sob o nome de Evan Waller. Sem saber que caçam a mesma pessoa, Shaw e Reggie tentam descobrir a identidade um do outro e travam uma batalha de charme e astúcia indesejada. Lutando para não cair em tentação, os dois se veem diante de um adversário ardiloso, que não será vencido com facilidade. Neste segundo livro da série de Shaw, David Baldacci constrói uma trama bem elaborada que revela o mal à espreita dentro de cada pessoa."

Dançando Sobre Cacos de Vidro, de Ka Hancock, Arqueiro.

"Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas. Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.
Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam - um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não sabe controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.
Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins - alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.
Porém, em seu 11º aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para a outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.
Dançando sobre cacos de vidro é uma história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível."

A Coragem de ser Imperfeito, de Brené Brown, Sextante.

"Viver é experimentar incertezas, riscos e se expor emocionalmente. Mas isso não precisa ser ruim. Como mostra a Dra. Brené Brown, que durante 12 anos desenvolveu uma pesquisa pioneira sobre vulnerabilidade, essa condição não é uma medida de fraqueza, mas a melhor definição de coragem.
Quando fugimos de emoções como medo, mágoa e decepção, também nos fechamos para o amor, a aceitação, a empatia e a criatividade. Por isso, as pessoas que se defendem a todo custo do erro e do fracasso se distanciam das experiências marcantes que dão significado à vida e acabam se sentindo frustradas.
Por outro lado, aquelas que mais se expõem e se abrem para coisas novas são as mais autênticas e realizadas, ainda que se tornem alvo de críticas e de sentimentos como inveja e ciúme. É preciso lidar muito bem com os dois lados da moeda a fim de alcançar a felicidade de realizar todo o seu potencial.
Em uma sociedade em que predomina a cultura de perfeccionismo, é comum recorrer a máscaras para minimizar o desconforto e as dores de não ser bom o bastante. Brené Brown descobriu que todos nós fazemos uso de um verdadeiro arsenal contra essas sensações e explica em que consiste cada escudo e quais estratégias devem ser usadas nesse desarmamento. Ela também combate os mitos que afirmam que ser vulnerável é o mesmo que ser fraco.
Depois de estudar a vergonha e a empatia durante seis anos e colher centenas de depoimentos, a autora chegou à conclusão de que compreender e combater a vergonha de errar e de se expor é fundamental para o sucesso. Ninguém consegue se destacar se ficar o tempo todo com medo do que os outros vão pensar.
Mostrar-se vulnerável pode parecer uma atitude subversiva, mas ter a coragem de ousar e nos mostrar como somos de verdade é a única forma de aproveitar todas as oportunidade que a dia ter oferecer.

Gostaram?
Mais lançamentos em:

3 comentários

  1. To doida para ler "Dançando sobre cacos de vidro". :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  2. Meu Deusss, que maravilhosa a capa de Dançando Sobre Cacos de Vidro ♥ Ameeei!!!

    Beijos
    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ai, adoro os livros da Arqueiro! Geralmente são sempre livros muito interessantes.

    Beijo!

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo