18 abril 2011

Entrevista com a autora Kézia Lôbo

Olá Pessoal!!!

Hoje trago a entrevista de mais uma revelação da literatura nacional, Kézia Lôbo! O seu primeiro livro é O Coração de Salatiel, lançamento da Editora Dracaena!

Confiram a entrevista com essa simpática autora!!

PO: O que levou você a ser escritora?

Kézia: Sempre fui viciada em leitura, e desde criança escrevia poesias, mas sempre levei como hobby. No ensino médio fiz um esboço de uma história e dizia para as minhas amigas que ia escrever um livro, mas como não consegui ver um final para a história acabei esquecendo a ideia, mas cursando Engenharia vi que o meu lugar não era ali, pensei muito no que iria fazer, e como um clique, eu disse: Vou ser escritora, tenho tanta imaginação, não custa nada tentar.

PO: Num país onde a literatura é algo pouco valorizado, qual a sua expectativa em relação ao lançamento do seu livro?

Kézia: Uma ansiedade muito grande, e uma forte pressão na expectativa em saber se o leitor vai gostar ou não do livro, principalmente por compararmos demais a nossa literatura com a literatura estrangeira.

PO: O Coração de Salatiel é o seu primeiro livro, pretende escrever outros? Já tem algo em mente?

Kézia: Ele foi a minha primeira idéia para ter certeza de que conseguiria terminar uma história, e sim pretendo escrever muitos outros, estou escrevendo a saga Anáriön que até o momento será de cinco livros, o primeiro intitulado Poder Oculto.

PO: Como você vê o cenário literário atual brasileiro?

Kézia: Nos últimos anos a Literatura Brasileira tem crescido bastante, e os escritores tem se tornado notáveis e versáteis, muitos tem uma escrita e uma linguagem muito superior aos autores estrangeiros que estão fazendo sucesso no momento, porém muitos leitores ainda não dão o devido valor a um escritor nacional.

Muitos pensam em Machado de Assis, José de Alencar, ou outro autor clássico, quando a nossa literatura é mencionada, sem notarem que não existiram apenas aqueles escritores, estamos aqui, os novos, colocando nossas ideias no papel, sem falar que ainda existe um preconceito muito forte em relação literatura brasileira, vejo muitas pessoas dizerem que não vão ler o livro quando descobrem que o autor é brasileiro. Felizmente isso vem mudando aos poucos, graças a Deus.

PO: Por que escrever sobre o mundo mágico de seres elementais?

Kézia: Eu sou muito fã da natureza, e acho os poderes dos quatro elementos fascinantes e de certa forma ligados a todo o universo.

Então decidir que os elementais humanos teriam que proteger a natureza, e manter um contato direto com toda a criação, em troca receberia uma proteção especial e poderiam manter o equilíbrio da terra.

PO: Quais são os autores que te servem de referência?

Kézia: Tolkien, C.S. Lewis e Frank Peretti, na nossa literatura atual André Vianco.

PO: Escrever um livro e publicá-lo hoje em dia é algo muito difícil. Como foi o processo de conseguir uma editora?

Kézia: O processo foi lento, enviei para várias editoras, algumas eu sei que não leram, porém consegui ser aceita por uma editora muito conhecida no mercado, mas o descaso que vi em relação aos autores, fez com que não aceitasse a proposta. Fiquei um pouco desanimada, até conhecer Grupo Oxigênio, envie o livro para ser analisado, foi aceito e aos poucos fomos acertando os detalhes para a publicação.

Um livro: hoje Memórias de uma Gueixa de Arthur Golden
Um momento: quando toquei em um recital a música Hungarian Rhapsody de Franz Liszt.
Uma frase: "Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores." (Charles W. Elliot)
Um lugar: minha casa
Um sonho: Poder ajudar quem necessita.

PO: Deixe uma mensagem para as pessoas que desejam seguir essa carreira.

Kézia: Em primeiro lugar leiam bastante, o máximo que puderem, em seguida escrevam, escrevam tudo o que vier a mente, se for necessário andar com um bloco nas mãos para escrever, ande, pois às vezes uma história surge quando a gente menos espera.

E não desistam, corram atrás, se alguém ler e disser que a historia é ruim, não faça disso uma derrota, simplesmente escreva melhor, o melhor que puder. Envie os originais para quantas editoras puderem.

Gostaram? Super simpática a Kézia né?!
Para saber mais sobre a autora é só acessar:
http://ofantasticomundodaarte.blogspot.com/
http://kezialobo.blogspot.com/

9 comentários

  1. Adorei a entrevista! Adorei a frase.
    Bjs @nathaliaduarte

    ResponderExcluir
  2. já vi entrevistas com essa autora nuns três blogs diferentes!! achei ela super simpática, e o livro me pareceu bem legal :)

    ResponderExcluir
  3. |º/ Ai que amor!
    Adoro entrevistas XD
    Ela é bem simpática né?
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a entrevista!!! A autora é muito simpática, e o livro dela parece ser ótimoo!! =D
    A frase que ela colocou é a pura verdade... *--*

    ResponderExcluir
  5. Ola Paola!
    Ficou tudo muito lindo, adorei as perguntas, algumas foram bem dificeis hehe!
    Obrigada pela oportunidade!
    Sucesso pra você ^^!
    =*

    ResponderExcluir
  6. oiii paola
    amo conhecer escritoras obrigada

    bjos

    ResponderExcluir
  7. Ela parece ser uma fofa. Linda e simpática a foto, adorei!

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  8. Também adoro Tolkien e C.S. Lewis ...
    Adorei as respostas.
    Beijos
    Juliana

    ResponderExcluir
  9. Eu achou que sou maluca, eu não compro ou leio um livro pelo autor ou autora porque não sei quem é quem, mas pela capa ou pelo resumo igual quando vou alugar ou comprar um filme. Mas voltando ao assunto o Brasil tem exelentes escritores e escritoras que não são valorizados e a maioria das pessoas só compram livros por conta de filmes ou quando estoura na televisão. Vamos nos voltar para o que é nosso. E adorei a dica no final, pois pretendo um dia escrever um livro.

    Sorte!

    ResponderExcluir

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo