30 março 2011

Entrevista com a autora Carolina Munhóz

Olá Pessoas!!!

Hoje trago para vocês a entrevista que fiz com a autora Carolina Munhóz. Ela escreveu o livro A Fada, e em breve terá uma resenha dele aqui no blog.

Carolina é uma pessoa super simpática e muito alegre. Vejam a entrevista:

PO: Fale um pouco sobre a Carolina, o que gosta, o que faz, o que não gosta.

Carol: Vamos falar sobre mim (rs):Carolina Munhóz é uma escritora jovem, porém madura de pensamento e objetivos. É uma menina extremamente guerreira, decidida e trabalhadora. Para ela nada é impossível e nada é muito grande.  A “Carol” é uma menina que desde pequena nunca se sentiu “incluída” no mundo, que teve que crescer muito rápido após a separação dos pais, que já ouviu muitos “não” (principalmente por ter sonhos altos), mas que mesmo assim arranjou forças para lutar e vencer.
Chega de falar na terceira pessoa. rs Eu amo internet, fico quase 24 horas logada, gosto muito de ficar em casa vendo um filme ou seriado. Amo ler, escrever e sair com meu namorado. Gosto de jogar vídeo game com ele e ganhar apertando todos os botões possíveis. rs Sou uma pessoa bem nerd, mas que não dispensa uma balada ou uma fuga da realidade (no caso viajar para outro país).
Não gosto de haters, mas principalmente os que atacam brutalmente sem fundamentos. Não gosto de injustiça, de pessoas falsas e de falta de cultura.

PO: Quando você começou escrever A Fada?

Carol: Comecei a escrever com cerca de 16 anos, após um sonho com a personagem principal. Eu estava em uma fase depressiva da minha vida e com essa personagem conseguir resgatar ela. Devo muito ao meu livro.

PO: O livro fala de muitos seres que as pessoas não acreditam, ou pelo menos a maioria delas: bruxas, fadas. E você acredita nesses seres? Por que escrever sobre eles?

Carol: Complicado. rs Existe uma passagem no meu livro que explica muito bem o que eu acho sobre isso:

“−Você acredita em fadas? – perguntei receosa.
− Nunca vi, mas se dizem que existem... Devem existir. Assim como os Anjos e Deus, eu nunca os vi, mas acredito na existência; sinto suas presenças.”


É basicamente isso! Eu nunca vi uma fada, mas sinto presenças que podem ser ditas como tais. Acho que todo escritor sente uma presença mística quando escreve e eu acredito que elas possam estar me iluminando. Assim como Deus. Papo de maluco...eu sei, mas é o que eu acho. Rs
Resolvi escrever sobre esse tema, pois em minha fase “rebelde” comecei a pesquisar sobre WICCA e me interessei muito sobre essa religião. Tenho um grande respeito por ela. Como desde pequena sempre preferi livros que abordassem o tema de bruxas e criaturas sobrenaturais, sabia que quando escrevesse o meu seria sobre esse tema.
A parte das Fadas é que foi uma surpresa, já que a personagem me escolheu e não eu a ela. Hoje sou fascinada por essas criaturas, mas antes não dava muita bola.
Um fato curioso é que um ano antes de escrever meu livro, havia tatuado uma fada na minha cintura. Tinha uns 15 anos. Quando me perguntam por que fiz essa tatuagem, nunca soube explicar. Foi realmente algo do destino.

PO: Você já fez muitas viagens para fora do país, certo? Qual delas mais te marcou e porquê?


Carol: Sim, graças a Deus pude viajar bastante e pretendo viajar ainda mais. Me sinto muito viva quando estou na estrada. Amo poder planejar uma viagem e pesquisar sobre os países que vou poder conhecer. Já fui para os Estados Unidos, Canadá, México, França, Suiça, Itália, Portugal, Espanha e para minha querida Inglaterra.
Creio que três viagens me marcaram muito:

·  Todas as vezes que fui para Londres, pois sou completamente apaixonada pela cidade.
·  Minha ida ao Mont Blanc com o escritor Paulo Coelho
·  E a première de HP5 em Los Angeles.

PO:Você pretende escrever mais livros? Já tem algum projeto em mente?

Carol: Sim, com certeza! Já tenho meu segundo livro pronto, que é infantil e mais didático. Ele tem o intuito de tirar as crianças das ruas e as levar para escola. No caso, este livro está em análise para sair pelo governo do nordeste.
Meu terceiro livro volta às origens. É novamente uma fantasia, envolvendo fadas, só que dessa vez de uma forma mais madura, dark e sensual. Creio que este livro vai ser lançado ainda este ano.

PO: Quem é a Mel? Porque ela é tão especial?

Carol: A Mel é na verdade uma cachorrinha Cocker que havia aparecido em minha vizinhança quando eu tinha cerca de 15 anos. Quando ela apareceu fui totalmente contra ficar com ela, pois sabia que minha irmã e minha mãe não iriam aguentar cuidar dela. No final das contas, acabei me apaixonando por ela e foi uma amizade muito forte que durou 8 meses. Após isso, minha mãe acabou dando essa cachorrinha embora sem meu consentimento.
Foi um verdadeiro choque para mim. Sempre fui muito sozinha e aquele bichinho de estimação era minha companheira. Entrei em depressão e fiquei muito triste por um tempo.
Em uma das noites em que eu rezava pedindo para que a Mel voltasse, tive um sonho com uma fada muito bonita e toda história do livro veio a minha mente. Naquele momento eu sabia que aquilo era um sinal.
Quando comecei a escrever já sabia que minha personagem principal seria dedicada a cachorrinha, por isso Melanie Aine (Mel).
Ela acabou sendo especial para mim, pois sem esse fato na minha vida, talvez eu não tivesse escrito meu primeiro livro.

PO: Por que ser escritora? Qual a sua motivação?

Carol: Ser escritora é algo que me define. Virou uma paixão muito grande e hoje não sei ser outra coisa. Não seria eu mesma em outra profissão.
Minha maior motivação é saber que através de meus livros, eu posso modificar a vida de uma pessoa e a ajudar em um momento de tristeza ou alegria.

Um sonho: Ter muitos livros publicados e os ter no exterior.
Uma realização: Ter realizado meus três maiores sonhos antes dos 21 anos: - publicar um livro – conhecer os atores de Harry Potter – conhecer o escritor Paulo Coelho.
Um livro: Harry Potter e a Pedra Filosofal. (Onde tudo começou para mim)
Um autor: Atualmente, Raphael Draccon.
Uma frase: “Nada na vida acontece por acaso”



Espero que tenham gostado da entrevista e da Carol Munhóz!! Obrigada Carol pela entrevista e pelo carinho. E quem quiser saber mais sobre a autora, é só acessar:
http://www.carolinamunhoz.com/blog/

9 comentários

  1. Nossaaaa! Eu simplesmente ameiiii a entrevista!! E a frase que ela gosta é a pura verdade...
    Ela é muito simpática, gostei!! =D
    E tipo, ja viajou muiitooo!! AAHH! *--*
    Obrigada Paola, por vc ter conseguido me mostrar mais uma autora nacional... =D

    ResponderExcluir
  2. Olá Paola!

    Adorei essa entrevista! Assim pude conhecer melhor o trabalho da Carolina e seu livro "A fada" =D
    Bah, que triste a história da cachorrinha, a gente se apega muito a esses bichinhos, enquanto eu estou aqui comentando a minha tá na caminha embaixo do cobertor vendo TV haha =D

    Beijos
    Thalía
    LivroMania =D

    ResponderExcluir
  3. Olá!! Adoreiii essa entrevista, até já salvei o endereço do blog dela nos meus favoritos. Vou anotar o nome do livro dela pras minhas compras. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. eu já tinha ouvido o nome dela, mas nunca tinha visto nada sobre o livro dela. agora vou procurar. me pareceu bem fofinho =D

    ResponderExcluir
  5. Nossa Muito boa a entrevistaaaa!!!! Mais um livro que vou ter que adiquirir... Rs


    Quanto a Cachorrinha, minha avo tem uma igual, mas é preta, e ela é a existencia da minha vida... Não conseguiria viver sem ela... Buuaaaaaaa...



    Beijocas Nat
    @Natquintao

    ResponderExcluir
  6. Esse existencia da minha vida foi PÉSSIMOOOOO!!!

    Abafem o caso.. O que eu queria dizer é: Ela é a razão da minha existencia...


    #fail Nat

    ResponderExcluir
  7. Ah, ela parece ser super fofa e achei a capa do livro tão lindinha *-*

    Vou aguardar a resenha!

    Bjs,
    Kel - It Cultura
    http://www.itcultura.com

    ResponderExcluir
  8. Meninas..amei todos os comentários! Que bom que gostaram da entrevista e da sinopse/capa do livro. Qualquer coisa é só me mandarem um tweet @carolinamunhoz ou email carolina@carolinamunhoz.com! muito obrigada Paola pelo espaço! amei o blog

    ResponderExcluir
  9. Ah, amei a entrevista. Ela muito simpática e fofa. E toda essa história da cachorrinha.. own!
    Já tinha ouvido falar do livro, mas é primeira vez que leio um entrevista da autora.
    Vou procurar saber mais..
    beijos;*

    ResponderExcluir

© Plantão Online Todos os direitos reservados.
Criado por: Paola Patricio.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo